quinta-feira, 11 de setembro de 2008

DEU NO JORNAL - CORAL DE CACHORROS E SWANSEA JACK

Um coral de cães grava música no País de Gales.
Ao ler esta manchete nossa humana viu que era matéria para entrar no ar aqui no blog.
Um coral canino gravou a base para a música "A Song for Jack", de autoria do compositor Richard Higlett. A música foi composta em homenagem a Swansea Jack, cachorro que viveu na década de 30 e salvou muitas pessoas de afogamentos no cais da região de Swansea, País de Gales.

Este coral tão peculiar entrou no estúdio nesta segunda-feira, mesmo estando em um ambiente diferente os cachorrinhos superaram as expectativas do músico.

A seleção foi dura, entre 30 canditatos oito seriam selecionados. Entre os escolhidos dois shih-tzus e um border colie; um basset fez muito sucesso entre os candidatos e no final de um video de entrevista com o organizador do coral há um solo impressionante deste "cãotor", num outro video no site da BBC é possível ouvir a performance de outros 3 "cãestores".

A seguir imagens da seleção de cantores e do estúdio de gravação.
clique na imagem para ampliar


Mas no final da história ficamos pensando: "Beleza, um coral de cachorros, muito jóia!! Gravando uma música para um festival, mesmo muito jóia! A música é para homenagear outro cachorro, fantástico!Um cachorro herói, maravilhoso! Mas como é mesmo a história deste cachorro herói??????

Claro que fomos pesquisar, e vamos publicar aqui o resultado da nossa pesquisa.


Com vocês a incrível história de um animal extraordinário:


Swansea Jack (1930-1937) era um labrador retriever preto que viveu nas docas do rio Tawe, região de Swansea, País de Gales.
Jack respondia aos pedidos de socorro das pessoas que estavam se afogando nas docas. Ele mergulhava e puxava a vítima até livrá-las do afogamento certo.

Seu primeiro resgate foi um garoto de doze anos, em seguida na frente de uma multidão de pessoas, Jack resgatou um nadador em apuros. Após este salvamento Jack teve sua foto publicada em jornais e recebeu do Conselho Local uma coleira de prata. Em 1936 recebeu o título de "O Cachorro mais Corajoso do Ano" dado pelo jornal "Star". Recebeu ainda um troféu do prefeito de Londres e ainda é o único cão que recebeu duas medalhas de bronze (The Canine V.C.), concedido pela Liga Canina Nacional da Defesa (National Canine Defense League).
Conta-se que durante sua vida Swansea Jack salvou 27 pessoas que estavam se afogando nas docas do rio Tawe.

Infelizmente, em outubro de 1937 Jack morreu após comer veneno de rato. Recebeu das autoridades públicas um monumento em sua homenagem.
No ano 2000 Swansea Jack foi nomeado "Cão do Século" pela "New Found Friends of Bristol" que treina cães em técnicas de salvamento aquático.


A seguir a foto que saiu no jornal após o salvamento do nadador.

para ampliar clique sobre a imagem

6 comentários:

Boris The Cat disse...

Tinha que ser um labrador retrieer asssim como marley do livro, hehehehehehe

Mama e Fedelício disse...

ki coisa emocionanti Iliti...nóiss amô conhecer tão nobri história..i até conhecer u cão...!!Nossus parabéns..vcs merecem...

marquinho disse...

A mamis ta falando aqui q o labrador é um cãozinho mesmo muito esperto, e adora nadar! (eca!)
Ela viu outro dia um documentario no Animal planet falando q por causa das habilidades deles eles são otimos pra acompanhantes de cegos e deficientes...
Parabens por mais uma bela história!

Boris The Cat disse...

Cão, amigo do homem ou o homem companheiro do cção....nobreza de um ser ou um ser nobre, o cão, não somente "cãopreende" o seu dono como é fiel a ele....Estou lendo o livro Marley e eu, junto com papy, eita livro bom, e digamos de passagem são histórias dignas de estarem aqui no blog da tropinha

antonio nicolau disse...

Muito linda a homenagem feita pelo coral e é claro que só a nossa Tropinha Urban pra nos trazer essas notícias tão interessantes.
Parabéns coral, parabéns au-salva-vidas e parabéns Tropinha.

Art by Lu disse...

Que notícia bacana, Dora :- )
Parabéns.