segunda-feira, 31 de março de 2008

MADAMINHA CONVIDA tia Cris para um papo sobre saúde

Hoje a nossa convidada é a tia Cris, mamis da nossa amiga querida Luz do Sol. Tia Cris sabe muuuuuuuuito sobre nós animais, pois ela é um "daqueles caras de branco" como diz o Reitor Ramsés.
Cuidados básicos com gatinhos órfãos:
Não é raro nos depararmos com uma ninhada de bebes gatinhos,muitos até, de olhinhos fechados e é aí que surgem vários questionamentos a cerca de como proceder. Em primeiro lugar , deixamos claro que é uma tarefa árdua e que requer muita dedicação e arriscaríamos dizer SORTE. Pois há uma forte tendência desses filhotinhos virem a óbito ( o leite materno faz muita falta , principalmente o colostro - leite da primeira mamada) , porém há que se ter a certeza de que tudo foi feito de nossa parte.
Existem no mercado pet algumas marcas de sucedâneos do leite materno , bem como mamadeiras a disposição , mas existem também as receitas caseiras, aqui vai um exemplo pra vocês:

1 litro de leite
2 colheres de sopa de açúcar
1 colher de cafezinho de sal

1 gema de ovo

1 colher de manteiga

Misturar tudo e levar ao fogo .Quando estiver levantando a fervura baixar o fogo e adicionar uma mistura - já preparada-uma colher de sobremesa de amido de milho em um pouquinho de agua (suficiente para desmanchar o amido).
Mexer por 3 minutos e deixar esfriar.
Tal mistura pode ser conservada em geladeira por 5 dias .

O filhotinho deve ser mantido aquecido com bolsa de água quente ou assemelhado para suprir o calor que teria ao contato com sua mãezinha. Sozinho não consegue manter a temperatura corporal.
Oferece-se em torno de 2ml de leite a cada 2 ou 3 horas. O filhote deve ser alimentado na posição que chamamos fisiológica (nunca como um bebê humano) e sim com as patinhas para baixo, procure que o indivíduo sugue o leite porque se for empurrado com uma seringa por exemplo há grandes chances de fazer uma falsa-via, ou seja, o leite ao invés de ir pro trato digestivo vai para o trato respiratório o que desencadearia sérios problemas.Após alimentar o filhote é necessário estimula-lo para que urine e defeque através de massagens suaves no abdômen e genitália externa. Somente dessa forma eles farão suas necessidades porque na natureza essa incumbência é da gata mãe que lambe seus bebês estimulando-os. Em torno de 30 dias de vida já se pode oferecer o leite no comedouro. O início será inesquecível por conta do banho que o aprendiz tomará de leite mas em seguida aprenderá!

Espero ter ajudado.
Boa Sorte!

Cristina Fernandes
Médica Veterinária
CRMV-RS: 5632

8 comentários:

Mama e Fedelício disse...

Nóiss adoramos a entrevista, foi de muita últilidade,se um dia nóiss encontrá um filhotinho, nóis vai saber como agir. Obrigado Iliti e dindinha, vcs sempre inovando!!
mama e Delício!!mil lonlons!

sanyra disse...

Eita, a entrevista com a tia Cris tá excelente. Ficamos com os zóios grudados pra ler tudo direitinho, caso minhas mamys inventem ter outros fiotes , a gente já sabe como fazer. Lambeijos carinhosos e fraternos pra todos.

Dama Maria e Chiquinha Tarso

Mama e Fedelício disse...

O Nicolau é uma fofura, nóiss amô ele! lonlons mil para tds!

Melly e Shelly disse...

ADORAMOS !!!!! MIAMOS PRA MAMIS FAZER AQUELA RECEITINHA DE LEITINHO MATERNO PRA NOS, JA QUE FOMOS ABANDONADAS PEQUENAS E PROVAVELMENTE NAO TIVEMOS ESSE LEITINHO RSRRS AFINAL AINDA SOMOS BEBEZINHAS.RSRSRSR
LAMBEIJOS

Art by Lu disse...

Buzungo, Tutuia, Nerinho, Mundica, Rigoleta e Mundongo da Familia Gatuios passaram por essa fase!!! rsrsrsrs.....
"Inda bem ki a mamis fez tudo certim, viu tia!!!"

Lambeijokas

Otavio disse...

Que chic minha sogra no blog... adoreiiiiiiiii!

mimosa disse...

Ovo?!?!?!

Sarita Malagueta disse...

Dicas muitiu bouas da tia-vet Cristina
Mamis inté salvô a receitinha prá usá cum us resgatadus....
Parabéns!