sexta-feira, 18 de abril de 2008

Edição Extraordinária

Dia do índio

Que não apenas hoje, mas sempre, os humanos olhem para os índios como um aluno olha para um mestre: Com olhos de admiração pela sua sabedoria, com olhos ansiosos por aprender mais e mais. Como, por exemplo, respeito à natureza, aos animais e seus semelhantes.
Deixamos aqui a música Índios, Legião Urbana.
(para ouvir clique
na imagem, abrirá uma janelinha, esperem carregar e é só ouvir)

Deixamos também dois belos trechos da sabedoria indígena.

"De quem foi a voz que primeiro soou nesta terra?A voz do povo vermelho que só tinha arcos e flechas...O que foi feito em minha terra, eu não quis, nem pedi;os brancos percorrendo minha terra...Quando o homem branco vem ao meu território, deixa uma trilha de sangue atrás d
ele...
Tenho duas montanhas neste território - as Black Hills e a montanha Big Horn.Quero que o Pai Grande não faça estradas através delas.
Disse estas coisas três vezes; agora venho dizê-las pela quarta vez."
Núvem Vermelha, dos sioux oglalas
Trecho do livro Enterrem eu coração na curva do rio

"O dia em que vocês envenenarem o ultimo rio. Matarem o ultimo animal. Quando não existirem nem folhas nem pássaros. Ai se darão conta que o dinheiro não se come."
Hamawata
- sábio indígena


Vocês devem ter notado que estamos com uma linda montagem em homenagem à esta data.
A artísta, autora desta montagem, é a Nika.
Nika tem um blog, onde faz belíssimas montagens por um preço simbólico e toda a renda é revertida para ajuda dos animais carentes.
Passem lá, vejam que maravilha e encomendem a sua montagem. É só clicar aqui.

2 comentários:

Nika e Bina Montagens disse...

Obrigada amigos, ficamos muito felizes com a homenagem.
Parabéns, o blog está lindo, além de criativo é educativo!!!
Adoramos!!!!

Fifo disse...

Tropinha Indígena!Estou postando a história da águia em homengem ao dia do índio:
Águia vive até 70 anos. Mas, para chegar a essa idade, ela tem de
tomar difícil decisão por volta dos 40 anos. Nessa idade, sua unha
está comprida e não consegue mais caçar para se alimentar; seu bico
já está curvo; suas asas estão envelhecidas e pesadas devido à
grossura das penas; e voar já fica difícil, então, a águia só tem
duas alternativas: morrer... Ou enfrentar um dolorido processo de
renovação que irá durar 150 dias. Esse processo consiste em voar para
o alto de uma montanha e recolher-se em um ninho próximo a um paredão,
onde ela não necessite voar. Após encontrar esse lugar, a águia
começa a bater com o bico contra a rocha até arrancá-lo.
Após arrancá-lo, cresce um novo bico, com o qual vai arrancar
suas unhas velhas. Quando unhas crescem, ela passa a arrancar as
velhas penas para nascerem novas. E somente depois meses ela sai par
a seu famoso vôo de renovação. E poderá viver, então, por mais 30 anos.